Dicas da Vovó: O Natal

O Natal para a Vovó e para o Vovô era dia de juntar toda a família para comemorar o nascimento de Jesus, sempre um bolo para o parabéns, cada um trazia um prato super especial. Era um momento esperado por todos nós o ano inteiro. 

Festa de Natal, árvore enfeitada com muito amor, cada peça do presépio colocada delicadamente, peças conservadas por anos, pois tudo que a vovó tinha era bem guardado e bem conservado, nada descartável.

Natal sempre foi sinal de união e alegria em família, brincadeiras, ,música, dança, apresentações e presentes; tudo isto acompanhado de músicas natalinas (preferidas da vovó), mas quando ela se distraia lá ia algum adolescente tirar o disco da vitrola e colocava algum de rock, e passávamos a noite assim.

A dica da vovó de hoje é sobre a importância de lembrarmos qual o real significado desta data, para a vovó era dia de comemorar junto ao aniversariante, por isto dia de alegria e de muito amor que devia ser compartilhado com a família.

A festa era programada meses antes, que incluía pintar a casa da Vovó e do Vovô, a escolha das comidas, o sorteio de amigo secreto, a compra dos presentes e da roupa nova para a festa, a armação da árvore ( tirar do armário todas as caixas com os enfeites) e é claro o presépio. Como um ritual que tem que ser seguido em todos passos até a chegada do grande dia. Comemorávamos dia 24 véspera de Natal.

Com a partida deles (Vovó e Vovô, mamãe e papai, tios, primos, amigos) a celebração deu lugar a saudade infinita! Porém o sentimento de união, força, coragem e perseverança continuam conosco e sempre que podemos nos encontrar é uma festa.

Poder ter convivido com pessoas maravilhosas nos fazem ser o que somos, um pedacinho de cada um junto ao peito. Tenho certeza de que eles nos acompanham pela vida, curtindo conosco nossas vitórias e ao nosso lado nos tropeços.

E no Natal que possamos elevar nosso pensamento a Deus e agradecer por tudo que temos. Gratidão pela vida!

Um Feliz Natal a todos!

Jaqueline Santos

Proteja seu bolso.