Conselhos do Vovô – Tenha Fé!

Nasci e cresci na mesma rua que meus avós maternos moravam, por isso muito de quem sou hoje agradeço a eles. Meus avós sempre tiveram muita fé e nos transmitiram esse imenso e infinito amor por Deus. Nos finais de semana lembro de ir para a Igreja com eles, era muito bom, me sentia importante. Quando ficávamos doentes minha mãe levava na casa dos meus avós para recebermos uma oração, saiamos bem melhor.

Hoje o conselho do Vovô é “Tenha Fé” em qualquer circunstância tenha fé, nas horas de tristezas, de saudades, de desespero, de solidão, de vazio; em todos os momentos tenha fé e acredite que nada é para sempre. Pare, pense, reflita com Fé. Cada um tem a sua religião, ou acredita em algo. Não deixe o vazio do mundo te contaminar. Para todas as horas acredite e siga em frente.

Para todos os problemas nada melhor que uma oração, você verá que a solução vai aparecer e se for uma situação que você deve vivenciar, a Fé te dará forças para passar por esta estrada.

E nos dias de alegria, de vitórias, continue tendo Fé, porque devemos agradecer em todos os momentos, não esqueça da luta e nem do irmão ao seu lado. Continue tendo Fé.

Fé para as pequenas e para as grandes coisas!

Fé no coração!

Fé na razão!

Fé no irmão!

Fé na vida!

E acima de tudo Fé no criador (Deus)!

Gratidão sempre por tudo e por todos.

Conselho do Vovô – Tenha Fé

Anúncios

Escolha ser Feliz!

Escolha ser feliz! parece uma frase utópica, mas não é! ser feliz depende de você.

Ser feliz não depende de você ter muitas coisas, ou determinadas coisas, você pode discordar, mas é a realidade. Lógico que aqui não estou falando de nossas necessidades básicas.

Às vezes acreditamos que só seremos felizes quando conseguirmos atingir determinado objetivo material, porém é bem provável que quando você conseguir atingir isso, você encontre novo desafio material para ser feliz. Na minha opinião devemos ser felizes agora, porque o agora é o nosso presente, está ai para ser curtido, o ontem não podemos modificar e o amanhã não aconteceu. Por isso viver o presente estando no presente é nossa escolha. Veja o que realmente se passa na sua frente e aproveite cada minuto. Claro que devemos nos planejar, mas não viva se planejando. Viva a vida hoje.

Só podemos modificar a nós mesmos, por isso o que o outro pensa a nosso respeito não importa, não importa mesmo.

Alguém fala mal de você, o problema está com essa pessoa, ela que terá que lidar com esse sentimento; se alguém com sentimentos negativos se aproximar deixe-a seguir seu caminho e levar consigo todo o carregamento negativo; não permita que essa pessoa te contamine! A cada palavra de desanimo, diga para si mesmo palavras de amor; e se alguém se afastar pode ser que que esta pessoa não esteja pronta para receber amor.

Quem está feliz não tem tempo e nem disposição para atrapalhar a vida dos outros. Plante amor onde quer que você for!

Jaqueline Santos

Conselhos da Vovó: Cuide bem de quem cuida de você!

Uma forma de demonstrar o amor que sentimos pelas pessoas pode ser através dos cuidados diários. Quando cuidamos das pessoas que estão próximas do coração estamos cuidamos do nosso próprio coração. Valorizar as pessoas é valorizar a nós mesmos.

Vovó gostava muito de estar próxima as pessoas ! Para ela nada melhor que a família toda reunida, um apoiando o outro.

Cuide de suas relações pessoais estando mais próxima as pessoas que você ama e que amam você. Não deixe que circunstâncias te separem das pessoas que realmente se importam com você. Deixe o celular de lado e vá visitar as pessoas queridas, marque um café para uma gostosa conversa e coloque o papo em dia.

Não se lembre das pessoas apenas quando você está com algum problema, convide as pessoas que você ama para curtir também os dias de vitória ao seu lado.

E para aqueles dias que você precisa de um colo nada melhor que uma gostosa sopa quentinha da Vovó, mamãe ou titia. Descubra o amor dentro de você e compartilhe com essas pessoas especiais da sua vida.

Um excelente fim de semana de muito amor e partilha!

Jaqueline Santos

Dicas da Vovó: Feira livre

Minha Vó foi criada plantando, colhendo, criando animais; descendente indígena sabia da importância de uma alimentação saudável.

Morando em São Paulo, minha avó sempre teve horta, plantas, árvore em frente a sua casa; era um lugar gostoso de estar, sempre fresquinho. Porém morando em São Paulo já não tinha acesso a terra para plantar tudo que necessitava, então tinha que comprar os mantimentos na feira livre, na época não havia mercados, supermercados em nosso bairro. Tudo comprávamos na feira livre.

E você acha que vovó ia comprando assim de qualquer forma? Não, comprar é uma arte, até mesmo porque precisava comprar muito e gastar pouco.

Hoje nossa dica é sobre feira livre e a arte de comprar:

1 – observe o melhor horário para comprar – levando em conta a qualidade do produto e o preço;

2 – Nunca saia comprando, dê uma volta na feira inteira observando os preços, você vai se surpreender como o mesmo produto têm preços diferentes;

3 – Saiba escolher os produtos e a quantidade que você vai precisar para evitar desperdício;

4 – Leve sua sacola, assim você evita todos aqueles saquinhos plásticos que demoram anos para se decompor;

5 – Pechinche sempre na feira e em qualquer lugar que for comprar, pechinchar é uma arte;

6 – Quando chegar em casa não saia lavando tudo, primeiro deixe os alimentos descansando ( esfriando como dizia minha avó), depois higienize e guarde.

7 – Lembre-se o seu dinheiro é o custo de horas de trabalho – valorize e saiba gastar!

É possível cuidar da sua saúde e da sua família com sabedoria e economia, sabendo usar não vai faltar!

A Vovó é que sabia das coisas! Boa feira livre para todos!

Jaqueline Santos

Conselhos do Vovô!

Para matar as saudades de quem há muito não se fala, nada de mensagens eletrônicas! O melhor mesmo é aquela conversa olho no olho, sem uso de figurinhas para expressar nossos sentimentos.

O Vovô amava receber parentes em casa para ter notícias dos familiares que moravam distantes, e nada melhor do que ouvir histórias com um gostoso café e uma generosa fatia de bolo, a tarde voava. Como eram boas essas tardes!

Saudades infinitas!

Lição a ser colocada em prática – mais contatos pessoais e menos virtuais.

Sábios conselhos do Vovô!

Dicas da Vovó: Organização facilita sua vida!

Hoje é moda falar em organização: de casa, do trabalho, da vida; tudo tem receita pronta é só acessar a internet e ver as inúmeras sugestões. Vovó sempre foi organizada, tudo tinha seu lugar e quem tirasse teria que devolver . Na casa da vovó tudo era organizado e isso aprendemos desde pequeno.

A Vovó já sabia que organização era essencial para quem quer achar algo e manter-se tranquilo, parece que dá trabalho, mas não dá e você se sente bem. A organização reflete um pouco de você e facilita sua vida. E isso só nos damos conta quando precisamos de algo que sabemos que guardamos, mas não lembramos onde foi parar. A alternativa de que o objeto que você procura saiu por ai, não é real, o que provavelmente aconteceu foi que ao tirarmos de um lugar guardamos em um lugar qualquer e por isso quando precisamos não fazemos a menor ideia de onde está.

Vovó já tinha as famosas caixinhas para guardar tudo e quando alguém precisava ela sabia onde estava, documentos, comprovantes, fotos, lembranças, contas pagas , etc. Eu pensava nossa que trabalheira, hoje reconheço que a Vovó é que tinha razão. Quando amadurecemos reconhecemos que precisamos de organização, ou ficaremos sempre doidas atrás de algo.

Organização era com a Vovó, acho que todas as vovós e bisavós já nasceram Personal Organizer, porque tudo que ouço hoje a vovó já fazia. Por isso se você tem uma Vovó, bisavó ou mamãe na sua vida, preste atenção a tudo que elas ensinam, você vai precisar disto tudo um dia.

Não sei para você, mas para mim quando procuro algo e sei exatamente onde está é uma grande satisfação, por isso organizar para mim faz bem. Se para você também é uma alegria, mas só de pensar você já se sente desanimada, vá arrumando aos poucos. Faça por categorias – livros – roupas -bijuterias ou por cômodos – quarto, cozinha, banheiro. Procure colocar os objetos no mesmo lugar, exemplo todos os livros em uma estante ou em um armário, assim quando precisar você saberá onde está. O essencial da organização é quando tirar o objeto do lugar devolva-o ao seu lugar de novo, senão a bagunça volta. Separe um tempo relógio para a organização e respeite esse tempo, isso vai fazer com que você fique animada para concluir a tarefa. Cada um tem o seu jeito e sua forma de organizar, por isso encontre a sua.

Comece o ano organizando sua casa, casa local onde você mora e sua casa interior e faça de 2019 um ano especial a cada dia vivido.

A mãe de uma grande amiga (Diana de Ubatuba) tem um ditado que eu adoro e sempre penso nele – ” O que está feito não está por fazer”. Pense nisto!

Beijos!

Jaqueline Santos

Vamos cuidar do nosso Planeta!

Cuidar do nosso planeta é condição para a vida!

Somos responsáveis por nossas ações e por isso precisamos compreender que todas as nossas atitudes influenciam e influenciarão o mundo ao nosso redor, por isso somos sim responsáveis por um planeta. Colocar a culpa no outro é fácil, mas se cada um de nós assumirmos a responsabilidade de nossos atos, faremos uma grande diferença.

Você como eu é responsável por suas escolhas a todo momento, o que compro, o que levo pra casa, como descarto após o uso, bem como as grandes empresas que ao planejarem um produto que será consumido tem que analisar a forma como será descartado, reciclado, reaproveitado. Responsabilidade social de todas as pessoas. Não podemos e não devemos simplesmente consumir e deixar que outros se responsabilizem pelo descarte, ou seja, que alguém dê um jeito em algo que consumimos.

A sua escolha diz o que você pensa e como protege o planeta e a vida. Você escolhe embalagens descartáveis que vão demorar centenas de anos para se decompor na natureza ou procura outra opção.

Você ao escolher pensa que as garrafas plásticas levam 400 anos para se decompor, que um copo de cafezinho descartável leva 40 anos; uma garrafa de vidro de 10 a 100 mil anos, fralda descartável 400 anos, lata de alumínio de 100 a 400 anos, pilha e bateria de 100 a 500 anos; papel de 3 a 6 meses, filtro de cigarro mais de 5 anos.

Se somos responsáveis pela compra devemos ser responsáveis na hora do descarte. Antes de comprar podemos analisar o que estamos trazendo para casa, qual embalagem, qual seu destino final e assim opinar pelo melhor para nós e para o Planeta.

Tenho procurado analisar minhas opções na hora da compra, assim como as empresas as quais pretendo consumir seus produtos, no que elas contribuem para proteger nosso planeta.

Se estas palavras levaram você a uma reflexão é um primeiro passo para avaliação de como estamos vivendo e do que podemos fazer para mudar, cada um fazendo sua parte o mundo pode se tornar um lugar bem melhor para se viver, demonstrando respeito a vida.

Jaqueline Santos.

Dicas da Vovó: Ano Novo – a mudança depende de você!

Ano novo na casa da Vovó era diversão na certa! Era dia de beliscar muitas coisas gostosas esperando a virada do ano e com a virada um banho de sidra fornecido pela vovó, era esta sua diversão, sair correndo atrás da gente só para rir muito junto conosco, pois nos escondíamos sem sucesso.

Casa aberta, conversa na rua com os vizinhos, música na vitrola, mas um olho sempre atento para ver a contagem na televisão, contando alto para podermos nos abraçar , colocar as mãos nos ouvidos para tantos fogos e tentar escapar da rolha da sidra e da vovó; na época chamávamos de champanhe.

Não importava a roupa, nem o lugar porque o melhor nós tínhamos, a alegria de estarmos todos juntos. É claro que nada é perfeito e se existiram contratempos a memória não os deteve junto a mim, só a alegria ficou e o amor traduzido em gestos e lembranças.

A dica da Vovó para esta passagem de ano é deixe de fazer tantos planos e comece a realizar o que é preciso e necessário para ser feliz, lembrando que o que nos faz feliz no final está mais ligado as pessoas e sentimentos do que a posse de bens. Ser feliz é uma decisão, então escolha ser feliz e todas as coisas parecerão mais fáceis de se lidar.

Feliz 2019!

Jaqueline Santos

Então é Natal!

No dicas da Vovó conversamos sobre a festa de natal em família, hoje vamos falar sobre o que fazer com tudo o que restar do natal; embalagens plásticas, papel de presente, caixas, sacos plásticos, embalagens de produtos usados para a ceia, garrafas plásticas, copos descartáveis e por ai vai.

Espero que você tenha pouco lixo para descartar, que você tenha tido o cuidado para comprar o suficiente para a ceia sem desperdício de alimentos e que tenha escolhido os produtos da ceia, sem que isso represente um enorme acumulo de lixo. Bom, mas se você não havia pensado nisto, poderá pensar agora no momento de realizar sua ceia, pense antes de jogar no lixo, será que você não poderia reutilizar essa embalagem? em caso negativo, poderia separar para a coleta seletiva? Que bom se cada um de nós pudéssemos ter isto em mente na hora das compras. Pensar no descarte e no quanto isto pode afetar o nosso planeta.

Assim como nós devemos pensar sobre isto, as grandes empresas também precisam refletir sobre este problema; grande acumulo de lixo; algumas estão realizando estudos na perspectiva da produção de menos lixo, aguardamos engajamento de todos para o bem comum.

Repensar, reduzir, recusar, reutilizar, reciclar; pense na possibilidade de colocar esses 5Rs antes de cada compra, reúna a família e reflitam sobre o cuidado com nosso meio ambiente.

Que seu natal seja de paz e muitas alegrias! Que neste natal você presenteie nosso planeta com menos lixo.

Uma ótima ceia!

Feliz Natal

Jaqueline Santos

Dicas da Vovó: O Natal

O Natal para a Vovó e para o Vovô era dia de juntar toda a família para comemorar o nascimento de Jesus, sempre um bolo para o parabéns, cada um trazia um prato super especial. Era um momento esperado por todos nós o ano inteiro. 

Festa de Natal, árvore enfeitada com muito amor, cada peça do presépio colocada delicadamente, peças conservadas por anos, pois tudo que a vovó tinha era bem guardado e bem conservado, nada descartável.

Natal sempre foi sinal de união e alegria em família, brincadeiras, ,música, dança, apresentações e presentes; tudo isto acompanhado de músicas natalinas (preferidas da vovó), mas quando ela se distraia lá ia algum adolescente tirar o disco da vitrola e colocava algum de rock, e passávamos a noite assim.

A dica da vovó de hoje é sobre a importância de lembrarmos qual o real significado desta data, para a vovó era dia de comemorar junto ao aniversariante, por isto dia de alegria e de muito amor que devia ser compartilhado com a família.

A festa era programada meses antes, que incluía pintar a casa da Vovó e do Vovô, a escolha das comidas, o sorteio de amigo secreto, a compra dos presentes e da roupa nova para a festa, a armação da árvore ( tirar do armário todas as caixas com os enfeites) e é claro o presépio. Como um ritual que tem que ser seguido em todos passos até a chegada do grande dia. Comemorávamos dia 24 véspera de Natal.

Com a partida deles (Vovó e Vovô, mamãe e papai, tios, primos, amigos) a celebração deu lugar a saudade infinita! Porém o sentimento de união, força, coragem e perseverança continuam conosco e sempre que podemos nos encontrar é uma festa.

Poder ter convivido com pessoas maravilhosas nos fazem ser o que somos, um pedacinho de cada um junto ao peito. Tenho certeza de que eles nos acompanham pela vida, curtindo conosco nossas vitórias e ao nosso lado nos tropeços.

E no Natal que possamos elevar nosso pensamento a Deus e agradecer por tudo que temos. Gratidão pela vida!

Um Feliz Natal a todos!

Jaqueline Santos

Proteja seu bolso.